A última edição da revista Vidro Impresso traz análises e expectativas de 20 players do mercado vidreiro. Diretor da Corte Certo também está presente.

Como já vem se tornando tradição de começo do ano, mais uma vez a revista Vidro Impresso coletou visões para 2019 de players da cadeia vidreira e segmentos afins. Entre os convidados a deixar seus pontos de vista estão:

Luiz Garcia (Lisec), Sérgio Kolkoszuk (Alclean), Dante Boccute Jr. (Dormakaba), Ricardo Knecht (Guardian), José Antonio Passi (Divinal), Everton Mendes (Alumínia) e o Joerly Santos da Corte Certo.

 

Abaixo, a íntegra da versão do diretor da Corte Certo:

“A expectativa é de que seja mais um ano de... expectativas. Que há grande demanda reprimida para o setor da construção civil, como um todo, ninguém duvida, até porque, o nosso déficit habitacional e de infraestrutura continua gigante e o nosso consumo de vidro per capita não passa de anão perto do de países mais desenvolvidos. Mas como reagir diante dos fatores que reprimem essa demanda? Era para estarmos sorrindo, afinal, vários especialistas nos diversos segmentos da construção civil lançaram suas fichas no ano de 2019. O problema é que o mundo mudou e não são poucos os que colocam um pé atrás e acendem a luz vermelha do alerta para uma visão de sentido oposto. Se as recessões econômicas mundiais são cíclicas a cada dez anos, mais ou menos, é de se esperar outra em 2019?

 

Há quem pense apenas nos motivos para esse pessimismo, que não são poucos, mas há também os que os usem para pensar em alguma mudança estratégica de posicionamento no mercado. O substancial aumento de visitantes brasileiros à Glasstec 2018 pode ser um bom indício disso, já que a feira alemã, tida como a maior e mais importante do mundo, notabilizou-se como espécie de centro de negócios, por onde obrigatoriamente passam as mais importantes soluções tecnológicas antes de ganharem o mercado.  Quanto ao novo governo, tudo o que se pode prever, com algum grau de certeza, é que será diferente. De resto será mais um componente a fazer de 2019 um ano de expectativas”.

Para ler todas as visões diretamente na edição online da revista, clique aqui. Ou aqui, para ver a revista inteira.