Se a sua empresa é pequena, você poderia começar pelo Corte Certo da série Mini ou Standard, embora o da série Plus seja bem mais completo.

O programa da série Mini pode atender quem corta menos que mil peças por cálculo e não precisa de etiquetas, por exemplo. Ele faz o plano de corte e produz um arquivo para impressão, respeitando a direção da textura do material e, se for o caso, compensa a espessura da serra.

Agora, se precisa de etiquetas, controle de estoque de chapas e de retalhos, cálculo e indicação das fitas de borda (ramo moveleiro), cadastramento automático de retalhos para futuro uso e cálculo de vários projetos ao mesmo tempo (entre outras facilidades) aí o melhor é partir já para a versão Standard.

Outra ferramenta interessante da versão Standard é o módulo de orçamento simplificado, que permite inserir também outros custos, como os de ferragens, tintas, vernizes, etc. A possibilidade de importar dados de outros programas também deve ser considerada, pois além de eliminar os erros de digitação, essa ação traz grandes ganhos de tempo.

A série Plus, claro, faz ainda mais. É ideal para empresas que desejam enviar dados do Corte Certo gestão e  precisam de sistemas de controle mais avançados, como os códigos de barra, entre vários outros recursos.

Se a questão é preço, só você poderá responder. Mas leve em conta que escolhendo uma série menos completa do Corte Certo do que realmente a sua empresa precisaria no momento, você pode estar adiando a redução de custos e aumento dos lucros.

Leia também

Compare as Versões e, ainda Se eu adquirir o programa de uma “série” mais simplificada, poderei, no futuro, substituí-la por outra sem pagar o valor total?

Válido para os seguintes produtos

corte-certo-minicorte-certo-standardcorte-certo-plus2

 

 

 

Log In is required for submitting new FAQ. Click Here