Software brasileiro é o único da América Latina incluído num trabalho de pesquisadores de Portugal e da Itália. Na comparação com outros 21 otimizadores de planos de corte desenvolvidos em outros países, o Corte Certo teve aproveitamento de 94% nos requisitos avaliados. Acadêmicos de outras instituições também se interessam pelo Corte Certo.

O Corte Certo foi único software brasileiro entre os 22 que foram comparados pelas universidades europeias.

O Corte Certo foi único software brasileiro entre os 22 que foram comparados pelas universidades europeias.

Foi um trabalho de fôlego. E reuniu o esforço de nada menos do que 10 estudiosos, representando quatro departamentos de três universidades: uma de Portugal (Universidade do Minho) e duas da Itália (Università degli Studi dell’Aquila e Università Politecnica delle Marche). A pesquisa foi realizada para o Projeto SCOOP (corte de chapas e processo de otimização para empresas de móveis) e financiada pela Comissão Europeia, 6º Framework Programme on Research, Technological Development and Demonstration.

O Departamento de Informática da Università degli Studi dell’Aquila, na Itália, foi um dos participantes do estudo comparativo.

O Departamento de Informática da Università degli Studi dell’Aquila, na Itália, foi um dos participantes do estudo comparativo.

Para esse trabalho comparativo foram eleitos os 22 softwares mais populares do mundo, especialistas nos sofisticados problemas de otimização de cortes de chapas. Esses softwares representam 14 países – o Corte Certo foi o único em toda a América Latina a ser escolhido. Os outros programas são dos seguintes países: Estados Unidos (7), Reino Unido (1), Austrália (1), Rússia (2), República Tcheca (1), Eslováquia (2), Canadá (2), Bielo-Rússia (1), Sérvia (1), Áustria (1), França (1), África do Sul (1) e Índia – um dos programas é desenvolvido simultaneamente nos Estados Unidos e no Reino Unido.

 

Resultados
Depois de ressaltar a importância “vital” dos softwares de otimização para uma produção industrial econômica, o documento deixa claro que a comparação não teve a intenção de criar um ranking baseado na minimização do desperdício. Os pesquisadores justificam lembrando que, embora esse seja “geralmente” o principal objetivo dos programas, há também outros que podem ser ainda mais valiosos, de acordo com cada indústria. A possibilidade de cálculo com diferentes padrões de corte é apenas uma delas. Por isso, o estudo preferiu relacionar um número determinado de funcionalidades que atenderiam a essa variedade de objetivos e de restrições. E o Corte Certo teve aproveitamento de 94% nos requisitos avaliados, o que o coloca como um dos melhores do estudo.

Em alguns dos itens avaliados, como “Cálculo do melhor tamanho de chapa”, apenas o Corte Certo e um concorrente cumpriram os requisitos. O produto brasileiro também se diferencia por suas ferramentas de pós-edição, que possibilita o rearranjo manual do layout do projeto, entre outras funções. A maioria dos concorrentes da pesquisa não conta com esses recursos. Outros itens considerados foram o cálculo de fitas, atualização de estoque, ferramentas de precificação, trajetória de cortes, etc.
Universidade de Bolonha
Também a renomada Universidade de Bolonha, na Itália, já programa estudos com propósitos unicamente científicos, tendo como referência o Corte Certo. Esses estudos, que objetivam o desenvolvimento de novos algoritmos para cortes guilotináveis em duas dimensões, serão conduzidos pelo Grupo de Operações de Pesquisa da Faculdade de Engenharia, uma das principais instituições europeias nesse tipo de investigação.

A escolha do Corte Certo como referência de estudos nos meios acadêmicos mundiais não é novidade. Mesmo no Brasil não é incomum que estudantes das mais diversas áreas universitárias solicitem à Dimensions Software, desenvolvedora do programa, informações que os ajudem em seus trabalhos.

Esse interesse vem ultimamente se estendendo mesmo ao nível escolar do ensino médio. É o caso da estudante Mônica Oliveira, do Colégio Torricelli, de Guarulhos-SP. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) dela tem como tema a “Redução de custo no setor de produção de uma indústria de vidro” – e, nesse assunto, o Corte Certo não poderia faltar.

 

Clique aqui para ler outras notícias